Sábado, 28 de Maio de 2022
22°

Poucas nuvens

Itabirito - MG

Cidades Itabirito e região

Moradores do Acuruí se revoltam contra prefeitura municipal por "maquiarem" distrito para realização de seminário

Faixas foram estendidas contra a gestão

06/04/2022 às 21h39 Atualizada em 08/04/2022 às 07h11
Por: Jornalismo AgitoMais
Compartilhe:
Manifestantes estenderam faixa na via asfaltada após anúncio de seminário no distrito. (Foto: grupos de Whatsapp))
Manifestantes estenderam faixa na via asfaltada após anúncio de seminário no distrito. (Foto: grupos de Whatsapp))

 

Asfaltamento foi realizado apenas na
avenida principal (Foto: Grupo/Whatsapp)


























A execução de asfaltamento e pintura de uma avenida não seriam motivos de revolta para moradores
de uma região, se não fosse por uma razão: após marcarem um seminário sediado em  Acuruí, a prefeitura municipal de Itabirito realizou tais obras somente na avenida principal do distrito.

Na tarde de ontem (6), membros da população estenderam faixas na avenida com os dizeres: "nosso Acuruí foi maquiado para os prefeito passarem, enquanto isso ficamos na lama e na poeira o resto do ano".

Dentre os dizeres, "os prefeitos passarem" é em referência a presença de gestores de diversos municípios mineiros para o seminário "Governo Reto", que a prefeitura municipal está realizando, na manhã de hoje, em parceria com a Associação Mineira de Municípios, no Hotel Rio das Pedras, no distrito de Acuruí.

Entre os palestrantes, estão o Prefeito de Itabirito, Orlando Caldeira e o secretário municipal de meio ambiente, Frederico Leite.

O evento, de 8h as 12h terá um almoço de encerramento para todos os gestores municipais presentes.

População local se revolta

Além das faixas penduradas na avenida principal, nossa reportagem conversou com um morador do distrito, que se mostrou bastante revoltado com o descaso da gestão.

Faixa de protesto foi pendurada em manifestação
contra a prefeitura municipal (Foto: Grupo/Whatsapp)

 "Só arrumaram a avenida principal. O resto é tudo estrada de terra, sucateado, não sobe nem ônibus escolar. Estamos todos revoltados".

Assim que a reportagem do Agito Mais obtiver retorno da prefeitura municipal sobre a situação e se outras obras serão realizadas no local, essa matéria será atualizada.

 

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.