Sábado, 28 de Maio de 2022
21°

Poucas nuvens

Itabirito - MG

Educação Minas Gerais

Tribunal de Justiça de MG determina o fim da greve dos servidores da educação

Em tutela de urgência, juiz exigiu a suspensão da paralisação

10/03/2022 às 18h21 Atualizada em 11/03/2022 às 19h33
Por: Jornalismo AgitoMais
Compartilhe:
Manifestações dos servidores da educação foram realizadas durante a semana na capital (Foto: Sid-Ute/Divulgação)
Manifestações dos servidores da educação foram realizadas durante a semana na capital (Foto: Sid-Ute/Divulgação)

Na tarde desta quinta feira (10), o juiz relator Raimundo Messias Junior, determinou a suspensão da greve dos servidores da educação no estado.

No relatório, o magistrado exigiu retorno imediato das atividades, entendendo que a greve foi realizada em momento inapropriado, anterior as negociações com o governo, conforme determina a constituição.

Além disso, segundo o desembargador, "não ficou garantida a continuidade da prestação de serviço indispensáveis para a sociedade".

Segundo o artigo 11 da lei 7.783/98, "nos serviços ou atividades essenciais, os sindicatos, os empregadores e os trabalhadores ficam obrigados, de comum acordo a garantir, durante a greve, a prestação dos serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade".

O relator também baseou a decisão no impacto que a greve poderia gerar, uma vez que, devido ao intervalo de tempo sem aulas presencias em razão da pandemia Covid-19, a educação já vem prejudicada por um longo período.

Caso a decisão seja descumprida, a multa diária é de 100 mil reais, contados da intimação do sindicato, conforme determinação do juiz.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.